Astrologia, cursos de astrologia

Eclipses

Cursos de Astrologia no Brasil

A palavra eclipse vem do grego ékleipsis e significa desaparecimento. Este fenômeno é relativamente raro, mas ocorre todos os anos. O que o torna especial é que, devido à rotação da Terra e a translação da Lua, é visto apenas em uma determinada região do planeta. Normalmente ocorrem quatro eclipses a cada ano. Entretanto, em 2011 teremos um fato excepcional, pois ocorrerão seis eclipses.

Este fenômeno astronômico sempre despertou curiosidade e mistério entre os seres humanos e deu origem a muitas lendas e mitos em todas as culturas. Uma antiga lenda chinesa diz que durante um eclipse solar, um dragão devorava o Sol. Com o intuito de recuperar o Sol e afastar o dragão, todos saíam às ruas atirando flechas e batendo tambores. Entre os egípcios, a explicação era semelhante: conta-se que a Serpente Apófis, 

líder dos demônios e inimiga de Rá - o deus-sol - de tempos em tempos o desafiava, colocando-se à sua frente e impedindo que sua luz chegasse à Terra. Já entre os romanos acreditava-se que um eclipse era indício de que o Sol ou a Lua estavam doentes ou entristeciam e por isto, as qualidades masculinas – Sol – ou femininas – Lua – enfraqueciam.

Na Astrologia, os eclipses solares são mais importantes do que os lunares, pois indicam eventos ou acontecimentos concretos e contundentes. Logicamente o eclipse precisa tocar algum ponto sensível do Mapa Natal do indivíduo, pois se não, a cada seis meses algo muito forte aconteceria na vida das pessoas. Normalmente os eclipses indicam crises e tensões, mas com a possibilidade de gerar aprendizado e mudar o ritmo ou andamento de algum assunto.

Os eclipses são a ocultação da luz e por isso eram tão temidos pelos antigos que acreditavam em um espaço se abrindo para as trevas naquele instante. No mito egípcio, o líder dos demônios afrontava o deus-sol e deixava a Terra vulnerável às forças do mal. É neste momento, em que a luz que da vida ao nosso planeta está oculta, que devemos fazer brilhar nosso “Sol interior”.

Bibliografia:


* Eclipses: Renato da Silva Oliveira
* Eclipses: Ivy Jannibelli e Diego Guimarães
* Interpreting the Eclipses: Robert Carl Jansky

 

 

 

 

 

Informações sobre o autor